ChatGPT na saúde: conheça os benefícios e cuidados com as informações.

ChatGPT na saúde: conheça os benefícios e cuidados com as informações

Como o chatbot de inteligência artificial está com seu banco de dados atualizado somente até 2021, médicos devem ter cuidado com as informações dadas, principalmente as de cunho financeiro e contábil

Surfando na onda do ChatGPT, a Mitfokus perguntou ao assistente inteligente desenvolvido pela OpenAI qual é a importância dessa ferramenta para a Medicina.

E a resposta foi: “O ChatGPT é um algoritmo de inteligência artificial que pode ajudar os médicos em diversas tarefas. Ele pode auxiliar na tradução de informações médicas para pacientes que falam outra língua, gerar relatórios médicos precisos, auxiliar na identificação de sintomas e diagnósticos, fornecer informações sobre medicamentos e efeitos colaterais, gerar orientações de tratamento e dieta para pacientes e auxiliar na escrita de receitas médicas”.

Resumindo, segundo o chatbot on-line, a solução, que serve para aprendizado e, portanto, desenvolvimento profissional, é bem útil para fornecer um melhor atendimento e tratamento aos pacientes, independentemente da dor a ser sanada. E não é para menos, afinal, o ChatGPT, funcionando como motor de busca e pesquisa, tem a capacidade de processar textos e dar respostas análogas à maneira humana de se comunicar.

Na prática, ele funciona de forma semelhante ao Google, mas com o diferencial que enquanto o Google oferece um índice de resultados para um determinado assunto, o ChatGPT dá feedbacks em forma de conversa. Por exemplo: se um estudante de Medicina precisa entender mais sobre Linfoma Não-Hodgkin, no chatbot ele não se deparará com uma lista de resultados de pesquisa. O ChatGPT lhe entregará um comunicado, em áudio ou escrito, sobre esse tipo de câncer.

Mas, os médicos têm que ter cuidado ao utilizar a ferramenta. Primeiro porque é algo novo e, logo, está em fase de testes. Em segundo lugar, o uso do ChatGPT atualmente é gratuito, mas há previsão de ser um serviço pago. E, em terceiro, a atenção se dá por conta das cópias, vez que é importante destacar que o plágio é um crime de direito autoral, previsto no art. 184 do Código Penal, e que pode resultar em detenção de três meses a um ano ou multa. Saindo um pouco da área médica e indo para o Direito, recentemente, no Brasil, tivemos a notícia de um advogado multado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em R$ 2.400 depois de protocolar uma petição redigida no ChatGPT. Não queremos que isso aconteça com os médicos. Por fim, o banco de dados do ChatGPT está atualizado somente até 2021, então é fundamental checar as informações sempre.

No mais, a tecnologia está a serviço de todos nós, e com os médicos essa realidade não seria diferente. Além de ajudá-los a desenvolverem habilidades práticas que podem ser aplicadas nas tarefas do cotidiano, dentro e fora das salas de aula, consultórios, hospitais e salas de cirurgia, a inteligência artificial permite uma melhor exploração do mundo através da comunicação e informação. Veja os benefícios do ChatGPT na saúde:

  • Acesso a informações de forma mais célere: é possível que o médico tenha acesso a uma lista de sintomas em milésimos de segundos, o que descomplexifica seu trabalho de checagem de dados e contribui para um diagnóstico e tratamento mais precisos e eficazes.
  • Diminuição nas estatísticas de falhas médicas: de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), em todo o mundo, cinco pacientes vêm a óbito, por minuto, em decorrência de erro médico. É indubitável que a classe médica, que se dedica anos a fio para estudar e exercer a profissão, deixando muitas vezes a própria vida pessoal de lado, sofre um vasto e crescente esgotamento. Por outro lado, é colocado em cheque, a todo tempo, por parte dos hospitais, laboratórios e dos próprios pacientes, a autonomia médica na decisão sobre o melhor tratamento. Ainda, em contrapartida, é deixado de lado o juízo de que o médico é um ser humano e, portanto, está sujeito a erros e não pode continuar a ser visto como um super-herói isento de dificuldades. Com o ChatGPT, e sua capacidade de armazenamento de dados relevantes, a perspectiva é que discrepâncias e deslizes no segmento sejam reduzidos. 
  • Suporte à saúde mental do próprio médico: ao utilizar a ferramenta para pesquisas rápidas, o médico alivia a sua carga de trabalho, tendo a ferramenta como um suporte ao seu trabalho, diminuindo a sobrecarga mental desse profissional.
  • Auxílio na clusterização: devido ao grande volume de dados referentes às informações clínicas de pacientes e à necessidade de se ter acesso a esses registros em sistemas distintos localizados nas mais variadas instituições de saúde do planeta, e em tempo real, com o ChatGPT, é possível ter prontuários eletrônicos mais precisos, bem como a padronização das informações.
  • Triagem e encaminhamento para especialistas: com o ChatGPT e a agilidade maior na categorização de pacientes de acordo com dados como idade, histórico de patologias, queixa médica ou profissional responsável, a burocracia clínica e hospitalar será reduzida.
  • Ensino e treinamento de estudantes e profissionais de Medicina: para os alunos, a solução oferece feedback imediato sobre as mais variadas dúvidas e perguntas. Para os professores, a inteligência artificial economiza tempo e automatiza atividades repetitivas, liberando-os para se concentrar nas necessidades individuais dos estudantes.
  • Auxílio na contabilidade: basta que o médico digite ou fale sobre questões contábeis para que o ChatGPT responda. Trata-se de uma maneira simples de encontrar argumentações para dúvidas trabalhistas, previdenciárias, fiscais e societárias corriqueiras do dia a dia, sem precisar recorrer a materiais específicos da área contábil, que evidentemente o médico não estudou.

Mas, neste último aspecto, em especial, é fundamental evidenciar que o ChatGPT não é uma decifração mágica que substitui o trabalho humano. Trata-se de uma ferramenta, assim como são os livros e o Google, portanto, é recomendável que os médicos tenham o discernimento de separar as informações verdadeiras das falsas.

No que tange à entrada e saída de dinheiro, conciliações  bancárias, lançamentos contábeis, gerenciamento de despesas e pagamentos de tributos, o mais aconselhável a fazer é contar com a orientação de uma contabilidade médica. Caso contrário, erros podem resultar em prejuízos irreparáveis para o bolso com multas a serem pagas aos cofres públicos.

E, por fim, outro ponto não menos importante é sempre revisar tudo o que o ChatGPT entrega com bastante atenção. Como já dito, trata-se de uma solução de inteligência artificial que está em evolução, então ela pode muito bem compreender algo de forma desacertada e puxar informações equivocadas do banco de dados, o qual, diga-se de passagem, está atualizado até 2021 somente. Por isso, se o médico pedir informações sobre leis e regras tributárias, por exemplo, as quais mudam toda hora, é possível que ele seja munido de informações erradas ou não factuais.

Para ter uma contabilidade médica tecnológica, rápida e eficaz, entre em contato com um contador especializado da Mitfokus clicando aqui

Deixe um comentário